agora

Agora ficou tudo mais calmo. Depois da algazarra, dos ventos secos, murros no estômago como címbalos de dor, tudo ficou mais calmo. Recosto-me na minha cadeira, apoio os braços na cabeça e deixo a minha mente dançar esta melodia pungente, quase tropical. Deixo-me ficar por uns momentos a recordar-me naqueles barulhos. Estou sossegado agora.

Comentários

Mensagens populares deste blogue