Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2006

uma qustão de vida ou de morte

Imagem
Você talvez não saiba mas eu informo-o: a França é o único Estado da União Europeia que legislou de forma clara e dura em matéria de Segurança na Piscina. E você também não sabe que em Portugal cerca de 90% das piscinas privadas não têm um dos três dispositivos de segurança que a lei francesa exige: Cobertura de Piscina, Cerca ou Alarme. Provavelmente o amigo leitor vai lendo, de quando em vez, que morreu mais uma criança ou um sénior em condições dramáticas, porque caiu na piscina e ninguém se apercebeu disso, embora estivesse gente nas imediações da piscina.
Eu também gostaria de lhe informar, caro leitor, de que uma criança quando submersa na água “dispara” um reflexo de protecção que fecha a entrada de oxigénio para os pulmões. Durante um minuto aproximadamente a criança não sofre lesões derivadas da entrada de água para os pulmões. Mas esse reflexo impede também a criança de pedir ajuda. A este processo chama-se o fenómeno de “morte silenciosa” porque logo após o primeiro reflexo…

divirtam-se, sim?

Imagem
Hoje, provavelmente, o F.C.Porto validará a conquista de mais um campeonato português de futebol. Devo dizer que pela primeira vez sinto consolo maior em ver os andrades no primeiro lugar (uma vez que o Benfica capitulou) em detrimento dos lagartos, essa raça de arrogantes desalmados que gosta de se armar em "melhores de todos" mesmo qundo não têm estofo para ganhar rigorosamente nada.
Pronto, fica aqui registado que este "mourito do norte" que vos escreve cumprimenta todos os portistas pela façanha e espera com muitas ganas os futuros confrontos que serão, estou certo, muito disputados.
Não obstante este sopro de "fair play", não posso deixar passar em claro a necessidade pacóvia e de reflexo manifestamente provinciano que mais uma vez o blasfémias teve, desta vez chamando à capa do seu blog a consagrada revista "Forbes" que quase ninguém lê e quando se lê é para nos chamar a atençãp para o nome de um ou outro milionário português que eventualm…

vendedor sou eu e até tenho ali o "La Primavera" de Botticelli e sei os nomes de todas as figuras

O RPS diz ali na caixa de comentários do post abaixo que aquele mesmo post parece um quase post de gaja. Ora bem, para mim, não há post mais generoso do que um valente post de gaja. Por mais que cogite a mente em busca de maior referência, acabo sempre por concluir que o melhor a fazer antes de desligar esta porra é passar os olhinhos por alguns blogs de gajas a ver como andam as coisas. Fodas a metro, pachachas arrebitadas e lamúrias a rodos, são estes os assuntos que me deixam bem disposto. Se acaso me debruço por certos debates de referência, acabo por perceber sempre que a maior parte dos participantes o faz por uma questão de “bicos-de-pé”. Depois há os colóquios onde se mistura todo o tipo de gente, inclusivamente gente que é capaz de escrever “ eu não ME acredito” e que certamente acabará por ser elogiada por outros a quem já lhes foi dito, por sua vez, que escrevem maravilhosamente. Por isso cada vez mais prefiro ler “posts de gaja”, melosos e cheios de banalidades, quiçá sinc…

por dentro do meu robe de chambre (é de classe!)

Hoje acordei tarde porque me dói a garganta. Ontem regressei da Batalha e fui direitinho para a cama e a minha mulher contou-me que hoje vamos à escola do Alex a uma reunião de avaliação. É só lá mais para a tardinha, de modo que ainda não me deu para fazer rigorosamente nada, excepto tomar uma meia de leite muito quente e comer duas torradas e um resto de pão-de-ló.
Ah, e ontem comprei uns mocassins muito confortáveis que me dão um ar de verdadeiro peregrino.

cuequinha GPS

Imagem
Impressionante! Agora o "cornudo" pode controlar a sua vadia porque alguém se prestou a pegar numa tecnologia utilizada no exército aplicando-a nas cuequinhas das moças. Espanta-me (ou melhor, não me espanta nada!) que se continue cinicamente a ignorar o outro lado, como se a facadinha no matrimónio continuasse a ser uma inevitabilidade para os homens, não obstante ser um pecado para as mulheres. Ao menos umas ceroulas ou peúga branca. Nada! Só as mulheres é que devem ser controladas. Vou fazer mais um, desta feita por honra destes camelos.

tudo bem

Imagem
Facto 1: a gasolina chega finalmente ao euro e meio por litro.
Facto 2: é hoje o grande dia da inauguração do Casino Lisboa...em Lisboa.

Tenho muito respeito (e solidarizo-me, portanto) por quem vai acender uma vela, hoje à noite no Rossio, por via de um massacre levado a cabo pela padralada e seus cegos seguidores contra o povo judeu de Lisboa, há 500 anos, e do qual eu tinha pleno desconhecimento, mas prefiro acender um charro e fuma-lo em homenagem à estupidez humana que impera nos nossos dias, e, se der para tanto, darei ainda uma passa em forma de vela.

Francisco Adam

Numa breve busca no “Blogger” encontrei 30,647 entradas sobre “Francisco Adam”. Relevante! E hoje à noitinha, no café, alguém dizia que o malogrado jovem tivera um funeral quase tão importante como o de Amália Rodrigues. Eu não conhecia o jovem, nem de nome, porque cá em casa ninguém vê os “Morangos com açúcar”, ninguém gosta dos Dzrt e até costumavamos brincar com essa pequena faculdade familiar. Para mim foi mais uma morte trágica de um jovem ao volante de um carro, simplesmente um jovem que era ídolo de milhares de pessoas (jovens adolescentes principalmente). E eu respeito o lamento desses milhares de pessoas. Não entendo estas homenagens todas como uma “masturbação colectiva da dor”. Não senhor. Recuso-me a isso, embora este fenómeno de dor e lamento me tenha passado ao lado. Pelo contrário, respeito e tolero todos aqueles que sofrem neste momento. O que está para além do fenómeno em si, deixo para os sociólogos. Apenas me curvo em respeito. No mais, sinto-me diferente dos que a…

alguém me vende um sistema pirata de TV Cabo? (eles merecem)

Que eu saiba, apenas Francisco José Viegas, no JN, e Prado Coelho, no Público, se manifestaram contra o atentado moral, comercial e talvez constitucional que a PT (Portugal Telecom) praticou contra os seus clientes ao banir o canal GNT da TV Cabo, trocando-o por esse escarro policromático da I.U.R.D., e que dá pelo nome de TV Record.
De resto, tudo na mesma. Por mim, digo-vos já que não me calarei. Lembro-me bem daquele tempo em que a I.U.R.D. tentou comprar o Coliseu dos Recreios e das manifestações, e do Abrunhosa acorrentado nos portões daquela prestigiada sala de espectáculos portuense. A vontade popular foi mais forte do que o poder do dinheiro. Hoje, o dinheiro venceu a inércia dos telespectadores, que preferem telenovelas e linhas telefónicas para depositarem as suas frustrações a pastores engravatados e penteados com gel barato, para quem todos são amigos e amigas, potenciais contribuintes para o negócio dos dízimos, das fortunas esgravatadas na miséria dos povos. Ninguém mais…

putas e pastores

Imagem

creio em um só deus

Ou muito me engano ou a Santa Madre Igreja está na origem do encerramento de alguns blogs.

3 frentes

Afinal o Benfica continua com 3 frentes: o Colombo, o Média Market e a Repsol.

a sete chaves

Ontem entrou-me a IURD dentro de casa. E eu juro que nunca mais lhes abro a porta.

on the road again ll

Imagem
Desde sábado último a fazer a Exponor, o que me impede de actualizar o bloguito, de falar sobre a derrota do Benfica frente ao Barcelona, esses cães amestrados e danados que nos atiraram para fora da competição. Nada a fazer, eles são melhores, mas aquilo podia ter sido diferente apesar do Koeman, do Beto e dos árbitros. Adiante.
De maneiras que a feira está a correr-me muito bem. já vendi cinco coberturas de piscina o que é muito bom! Muito bom mesmo! Falta agora este fim-de-semana para tentar mais uma ou duas, para depois dar seguimento aos bons contactos recolhidos durante esta semana.
Bom, mas de negócios está o mundo cheio. Eu é que não sei de nada do que se passa no mundo ou mesmo aqui na parvónia. O meu trabalho tem ciclos, e estou em maré-alta (trabalho não, que eu não trabalho. Eu tento ganhar dinheiro, percebem?).
E parece que o sol veio para ficar. E para fechar, vou aqui citar uma frase daquela polícia do filme Fargo que, após ter desvendado aquele grande crime naquela pequ…