Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2015
"Existem coisas que nos lembramos mesmo que elas possam nunca ter acontecido." Harold Pinter
Pois é amiguinhos portistas, isto da solidariedade não vai com brilho à custa dos outros. Vai com ser solidário de facto, cumprir com a palavra. E como estas coisas têm de ser lembradas, porque existe memória, e a propósito desse gesto de grande solidariedade do F C Porto para com os refugiados migrantes e que só fica bem ao vosso clube, diga-se,pergunto-vos se por acaso o Terramoto no Haiti em 2010 vos diz alguma coisa enquanto portistas solidários? Não diz nada, claro. Mas a nós, benfiquistas, diz-nos muito porque o nosso clube contribuiu com 500.000,00€ para ajuda às vítimas dessa tragédia, sem grandes alaridos mas cumprindo, que é o que se impõe nestas alturas.  O vosso Presidente nessa altura não se lembrou nem de ajudar nem de pedir que ajudassem, o que não constitui crime nenhum, que fique bem claro. Mas nesse ano de 2010, e pouco mais de um mês depois, houve uma outra tragédia…
Não, não vou por aí.

Eu pertenço a uma geração que começou a dar os primeiros passos na primavera marcelista e aprendeu a ler em plena revolução. Depois, apanhou professores desfasados dos manuais marxistas que lhes impuseram, até que um dia vieram os retornados e os turras. Toda a gente tinha medo dos turras, os pretos que haviam de vir para cá por causa das ex-colónias. Mas eram os retornados que mais a gente temia. Dizia-se que vinham tantos e era preciso dar de comer àquela gente, hordas de bem falantes da nossa língua, brancos bem penteados e com hálito a coca-cola. Uma tribo assim tão conhecedora do mundo novo, experimentada em grandes estradas e outras empreitadas, estava a chegar e a pobre gente do velho império ouvia nas missas o aconchego dos padres. Era preciso pedir ajuda à fé para bem entender esta invasão que nos ia tirar os empregos, o pão, as terras e sabe-se lá mais quê. E naquele tempo, as televisões eram uma para cada cinco casas, e os jornais eram três ou quatro, e a…
Um tipo abre um jornal online e lê Portugal perde em Alvalade um a zero frente à França e fica a pensar raios partam estes franceses sempre a ganhar-nos jogo após jogo depois um tipo olha mais em baixo e vê de súbito um quadrado com a fotografia genero passe à la minute do presidente do Sporting de Lisboa a dizer a Seleção é composta na sua maioria por jogadores do Sporting e pensa ainda bem que perdemos...