quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Manifestação Contra o Encerramento da Repartição de Finanças dos Carvalhos.


As Populações das freguesias situadas a sul do Conselho de V. N. de Gaia ficarão irremediavelmente afectadas com a decisão do Governo em  encerrar a Repartição de Finanças dos Carvalhos ao abrigo, dizem, de um programa de redução de despesas. Por isso, decorreu hoje uma manifestação popular contra tal medida, encabeçada pelos presidentes de junta das nove freguesias afectadas. 

Como cidadão residente nos Carvalhos, estou solidário com o descontentamento do meus concidadãos, mas não queria deixar de notar uma certa ironia ao ver o Presidente da Junta de Freguesia de Pedroso, de megafone na mão, a lutar contra a saída de um Serviço dos Carvalhos quando foi ele que esteve mais de 20 anos a tentar desagregar os Carvalhos como centro económico e social do Concelho de Gaia Sul.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Ele tinha na ideia jogar com a mão dentro da área e a coisa ficava resolvida. Mas quando a bola bate na mão, azar, ele estava fora da área. Mesmo assim, ele arranjou maneira de garantir o golo para os amigos, marcando-o ele mesmo na própria baliza, mostrando ser um homem de palavra. Os amigos podiam assim contar com ele no futuro. Entretanto o Rolando, bom companheiro e sempre atento, tratou de exemplificar ao moço como se joga com a mão dentro da área, dando mostras de competência acima da média como formador. Evidentemente que para o árbitro aquilo foi apenas um simulacro.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

a vós avós...

Obrigado meus avós do meu coração. Tenham um bom dia e muita saúde e peço aos que já partiram que olhem por mim e pelos meus. Não é pedir muito porque sei que eles me dariam tudo...

estio

"Lá vem o vento suão que enche o sono de pavores, faz febre, esfarela os ossos, e atira aos desesperados a corda com que se enforcam" José Régio

Share/Bookmark

sexta-feira, 23 de julho de 2010

22 anos

No primeiro aniversário de casados, eles decidiram ir almoçar ao Porto. Era domingo e eles deixaram a filhota recém nascida em casa dos avós. Não faziam a mínima ideia do que era essa coisa, hoje cada vez mais rara, de celebrar o aniversário de casamento, por isso não se deram a romantismos nem a grandes complexidades na escolha do restaurante. Comia-se bem e pronto. De modo que logo a seguir ao repasto a decisão não demorou a chegar. "Vamos ver a menina?" E foram. Foram todos contentes a casa dos avós celebrar o amor.

E o nosso amor é isso mesmo. É a celebração constante do todo, dos filhos e dos que, como nós, os amam. É o levantar do chão quando algum de nós cai, é o curar das feridas que magoam, é rir bem alto de alegria, é estar junto e disponível mesmo que um de nós parta para longe. É amar mesmo quando se é fraco, é compreender, é perdoar, é resistir e é dar.

Amo-te.

Share/Bookmark

sexta-feira, 16 de julho de 2010

terça-feira, 29 de junho de 2010

Reles tormenta

Talvez poucos se lembrem, ou nem saibam, mas este Queiroz já nos tinha demonstrado a porcaria de treinador que é. Lembram-se daquele jogo em Itália, nos idos de 93, onde se jogava o apuramento para o USA 94? Hoje passou-se precisa e rigorosamente o mesmo: no momento em que o jogador que estava a produzir a delapidação do inimigo, Hugo Almeida, Queiroz tirou-o do jogo e colocou lá um incompetente. Foi isso que ele fez naquele Jogo de Itália, retirando do campo o magnífico Rui Costa. Perdemos por um. Como hoje, claro. Naquele ano Queiroz falou em porcaria. Hoje ele demonstrou que é ele a porcaria.

PS: No final Eduardo chorava e noutra zona do campo Pepe ria com os amigos espanhóis. Palavras para quê?



Share/Bookmark

domingo, 20 de junho de 2010

José Saramago, um português da portugalidade

Morreu um homem,um Escritor, um prémio Nobel. Não gostava do "Prémio Nobel" porque já conhecia o escritor e depois dele, vieram os artifícios e os estandartes que seguram e alimentam os laureados que deixam de ser o autêntico e transformam-se no "produto" de uma nova estética. Como homem, Saramago foi a soma de tudo aquilo que se gosta e que não se gosta. Como homem, Saramago foi o português que se zangou com a pátria e voltou um dia para o seu seio, perdoando-a, porque a ama. E quando se ama é-se isso antes e acima de todas as coisas. De Saramago fica uma obra rica e ensinadora. Que se a leia, hoje e sempre!



Share/Bookmark

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Sobe Mourinho, sobe a calçada...

Sobe Mourinho, sobe a calçada, que nessa subida abrupta o mais não interessa para nada.

Saiba-se que há pelo menos um português que não gosta nada de Mourinho. Um português que não se rende ao espalhafato que Mourinho faz e diz, ás lágrimas para as televisões, ao "reality show" que só não é miserável porque entronca num personagem bafejado pela sorte.
Conta-se que na Roma antiga César escolhia os seus Generais não só por via dos atributos e competências dos proponentes. César perguntava sempre qual o "rácio de sorte" dos candidatos. Da mijeira, do pissarete. Mourinho é capaz de ser o último desses Generais promovidos à tribuna dos heróis graças obviamente a um conjunto de competências mas, fundamentalmente, por via duma sorte filha da mãe! Foi assim no passado e está a ser assim no presente. Por isso é aplaudido por quase todos, menos por um português, e por isso todos se esquecem da sua má formação no que diz respeito ao fair play, ao respeito pelo adversário, pela entidade patronal, pelo jornalista, pelo atleta. São tudo valores que ficam na gaveta quando se trata de aplaudir o leão do circo após cada mordida. Eu cá não o aplaudo. Quero, aliás, dizer que o desprezo e ponto final.


Share/Bookmark

quarta-feira, 19 de maio de 2010

deixe-me acabar, por favor...

A entrevista de ontem na RTP feita ao Primeiro Ministro foi tipo queimar a pedra, mexer a sopa, fazer o filtro, enrolar a mortalha e fumar...DEIXE-ME ACABAR!


Share/Bookmark

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Uma árvore na minha vida

Há poucos dias reencontrei-a novamente. A Árvore da minha vida. Uma árvore que tem mais de 500 anos e que eu nela brinquei quando tinha seis, sete anos e ia a pé desde o Largo Nossa Senhora de Fátima até à igreja paroquial de Vermoim assistir à celebrarão da Eucaristia Dominical. O velho Freixo era o sítio das nossas brincadeiras. Já era velho e apelativo. Estava oco dentro do seu grande tronco e nós, meninos de vários séculos, brincávamos ali dentro imaginando os nossos sonhos misturados com os nossos medos.
Cresci em Vermoim, com os meus avós maternos que me passaram a base católica que é de todo a matriz da minha educação como homem e pai. Vou muitas vezes a Vermoim ver os meus que lá estão e estarão para além da minha existência. E volta e meia aproximo-me daquele Freixo velho e caído. Toco-lhe, acaricio-o sob o olhar curioso dos velhos que passam.
Um dia fui menino e brinquei nele. Com ele. Hoje, sou um homem crescido e vejo muita ausência de valores na vidas dos mais novos. Tudo é fácil, tudo é rápido, tudo é pouco. Aquele Freixo hoje diz-me que tudo é imenso. Tudo é tranquilidade, espera e valor. Precisamos tanto de valores.




Share/Bookmark

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Que festa!

Pois foi. Fizemos a festa! Nós benfiquistas do Grande Porto estivemos lá, no coração desta acolhedora cidade. Entrámos pela ponte do Infante, disfarçados claro, contornámos os Aliados e, ali mesmo, ousámos uns tímidos apitos. Depois estacionámos junto à Rotunda e seguimos para junto daquela mole de benfiquistas eufóricos, radiantes e felizes que vibravam indiferentes à intifada dos fanáticos portistas que não admitem perder para o Enorme. Um amigo meu contou-me que tivera muita sorte momentos antes já que uma das muitas pedras que lhe arremessaram apenas tinha batido ligeiramente abaixo do vidro da porta traseira. Uma pequena amassadela que vai por certo servir de recordação desta grande façanha que é, hoje em dia, comemorar um campeonato no Porto ganho pelo Enorme. De resto, tudo o mais foi lindo. Tantos benfiquistas ali juntos, em frente à Casa da Música, a dar saltos de folia, rejubilando ao som dos cânticos e buzinas dos carros engalanados que por ali passavam. Foi uma festa potente!


Share/Bookmark

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Até a Marlboro é do Benfica!


Parabéns aos Campeões Europeus de Futsal que fizeram com que o Benfica seja o único clube Campeão Europeu em Futsal e em Futebol de 11!

terça-feira, 20 de abril de 2010

"Right now I can’t read too good
Don’t send me no more letters, no
Not unless you mail them
From Desolation Row"

Olá Carlos,

(Escrevo-te esta carta como se fosse uma carta, daquelas que se enviam "par avion", como se só existisse essa possibilidade)

Ontem ia eu de viagem para sul e deixei-me rolar em velocidade lenta ouvindo Bob Dylan, e estava particularmente preparado para me entreter com aquela poesia do "Desolation Row" onde o poeta fala de cartas que se escrevem.
Ouvia aquele Dylan e vinham-me à ideia as tardes quietas que passávamos a ouvir música e a conversar. O rio Douro, os sonhos, as palavras, a sede e voltar. Voltávamos quase sempre lá. E ontem lembrei-me de ti, quero dizer, pensei em ti enquanto escutava o poeta. E senti saudades!
Na verdade, Carlos, eu gostava era de te ver um dia destes e ir até à beira-rio olhar a paisagem e ouvir-te falar sem parar, até que tu desses conta de que era melhor irmos beber uma cerveja...

Bom, de resto, e como deve constar numa carta deste tipo, a minha vida vai andando, desde que a minha buganvilia se aguente ali no vaso. Os filhos estão grandes e de saúde e a  São está a ficar sem paciência para me aturar. Ah! E estou um bocadinho gordo. Azar!

 Quando cá vieres dou-te um abraço.

Do teu amigo,

Altino





Share/Bookmark

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

festa!

Hoje há festa no Paramento. Não esquecer os acessórios, bonés de polícia, algemas, chicotes e essencialmente muita vaselina!!
O gajito que escreve no blog renas e veados anda eufórico lá pelo twitter. Berra bem o gajito bossito, e fala já em grande party às portas da Assembleia da República. Será que encomendaram um trio eléctrico? Transsexuais, drag-queens ou o caralho mais velho? Vamos ter berraria noite dentro? esperma a correr pelas coxas desses mocinhos janotas? Chuva de linguados pela madrugada dentro e um after hours de broches antes da meia de leite no chiado?
D´t f@ck wit.me!


Share/Bookmark

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

bom ano

"Em ano bom o grão é feno, e em ano mau a palha é grão."

do povo

Share/Bookmark
Web Analytics