Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2005

Ora bem, assim sendo...

Caro besugo, em primeiro lugar o meu espanto e contentamento pelo facto de neste teu post o link para o meu nome estar a ser mais vezes clicado do que o link dessa figura pública, ex-camarada e prazeroso animal comentadeiro que abomino, Sr. Vital Moreira. Aliás, em primeiro lugar dirijo-me à lolita porque é uma leide e pour cause, tu sabes né? Lolita, eu jamais em caso algum torcerei pelo teu clube, lamento. Olha que sou dos poucos benfiquistas que ficou fodido com o golo do Sabri ao Sporting. Eu só quero ver o Porto a perder, desculpa-me a franqueza. Como podes tu, dragona de vinte anos (antes eras Andrade) contar com apoios de um mourito do Norte? Como podes tu ousar semelhante? Nunca lolita!!
Depois, caro besugo, quero sinceramente que o Sporting se foda - desculpa lá o verbo foleiro. Porque os lagartos são a pior corja que existe à face da terra: quando perdem clamam compreensão e apoios e, em os tendo, acabam por ser mui mal agradecidos quando ganham. E não te perdoo nunca a tua …

comunicado

Sendo eu agnóstico, e não tendo que justificar tal vocação para as coisas da fé e do espírito, informo a quem interessar (ao governo, por exemplo) que cada vez que há um feriado religioso (católico) eu me sinto agredido na minha condição de cidadão de um estado laico. Rogo portanto (rogo não, exijo) que se acabe com os feriados religiosos.
Evidentemente que conto com o apoio e solidariedade de todos os cidadãos que confessam outras religiões, até mesmo dos ateus, claro, e que devem sentir-se tão afectados como eu devido a esta barbaridade praticada por um estado laico. E por favor não me crucifiquem.

hoje de manhâ saí muito cedo

Imagem
Hoje de manhã saí muito cedo,
Por ter acordado ainda mais cedo
E não ter nada que quisesse fazer...

Não sabia que caminho tomar
Mas o vento soprava forte, varria para um lado,
E segui o caminho para onde o vento me soprava nas costas.

Assim tem sido sempre a minha vida, e
Assim quero que possa ser sempre --
Vou onde o vento me leva e não me
Sinto pensar.

Alberto Caeiro

a "restauração" (ou como de espanha vem bom vento)lV

Imagem
O gran Miro Casabella, unha das máis emblemáticas “Voces Ceibes” (Voces Libres) que axitou a conciencia galeguista durante os estertores do franquismo, gravou en 1977 esta fermosa balada para o seu prmeiro LP, Ti, Galiza.Aquel disco xamais coñeceu edición dixital e hoxe en día é un tesouro de case imposible localización, pero segue ocupando un lugar privilexiado na moi notable colección particular de Bieito Romero. A xovencísima cantante portuguesa Sara Louraço Vidal, un afortunado descubrimento do grupo, é a encargada de recrear xunto con Rosa Cedrón esta melodía con ese regusto infinitamente melancólico do fado.

O meu país/ é verde e neboento
É saudoso e antergo,/ é unha terra e un chan.
O meu país/ labrego e mariñeiro
É un recuncho sin tempo/ que durme nugallán.

Q quece na lareira,/ alo na carballeira
Bota a rir.
E unha folla no vento/ alento e desalento,
O meu país.

O meu país/ tecendo a sua historia,
Muiñeira e corredoira / agocha a sua verdá
O meu país/ sauda ao mar aberto
Escoita o barlove…

a "restauração" (ou como de espanha vem bom vento) III

"Estou fondamente sorprendido de que o novo goberno queira tender novos lazos co noso viciño e irmán do sul. Pontes que nunca deberon racharse e que mesmo deberiamos ter aprofundado. Como di unha noticia publicada no xornal La Voz de Galicia o ensino do portugués vai ser unha realidade nos centros educativos galegos. Aínda é posíbel recuperar aquilo que a historia se negou en permitirnos." aqui

a "restauração" (ou como de espanha vem bom vento) II

"Escalda-las castañas, con pel e todo, cinco minutos en auga fervendo. Sacalas e pelalas inmediatamente. Cocer xuntas as castañas e unhas patacas cortadas miúdas durante un tempo.
Facer un refrito (cebola, allo, esas cousas…) e botalo xunto. Servir quente.
Variante: botar touciño e chourizo. Nese caso, non empregar refrito.
Este caldo de castañas tómase como almorzo. Eu tomeino como comida este sábado, xusto antes de comer castañas asadas, empanada, unhas frebas de lacón, doces a esgalla e Amandi. Logo, eso sí, botar uns bailes ao feixe e con gaita para baixar a dixestión.
Actualización: o refrito faise con cebola, dous allos e pemento. A cantidade de pataca é o dobre que o de castañas." aqui

a "restauração" (ou como de espanha vem bom vento)

"Dicíamos onte (ou algo así), que coméramos en Portugal. O sitio tiña as vistas que podedes apreciar na foto: Marvâo entre néboas, branco e cercado no cumio do monte. Hai un efecto óptico ben peculiar: cando un ve por primeira vez Marvâo, ao saír dunha curva e vindo de Cáceres, aprecianse ben as casas brancas e a muralla. Ao achegarse, deixan de verse as casas e só se ve a muralla, parecera case que imaxinaramos antes a vila que agora non vemos." aqui

remelas de um desesperado numa segunda-feira fria com acordar de vitelo mal morto

- Crucifixos: uma treta de polémica. Caguei para a ideia assim como sei que quase todos os não cristãos se estão a cagar para o assunto. Ninguém morre por ver um crucifixo numa sala de aulas, exceptuando Drácula. Somos um país de influências católicas e, como tal, o crucifixo faz parte dos nossos símbolos. Por muito que isso de retirar os símbolos religiosos seja uma moda francesa, ou o caralho, deixem lá os crucifixos em paz. Ponham também um crescente fértil como fazem com a da cruz vermelha. Tenham pena de Gondomar, capital dos crucifixos em ouro.

- Ota: não seja otário, diga puta que pariu três vezes e se não ficar satisfeito reinicie o desabafo após 5 segundos. Se mesmo assim não ficar melhor, fume um charro.

- Eleições: votar dá saúde, mesmo sem qualquer perspectiva de debate sério. Cague no voto em branco. Vá lá e vote, caralho! E a seguir faça um.

- Restauração: no dia 1 de Dezembro vá à janela e coloque um símbolo espanhol. Pode ser um crucifixo ou uma bandeira do Barcelona. Ou …

um blog

Imagem
Blog feito por jornalistas da cadeia de televisão Al Jazeera. Vale a pena ver o outro lado das notícias.

Benfica volta a sofrer do mesmo

Imagem
Ter um péssimo treinador a orientar a equipa parece não ser o bastante. É necessário um pouco mais. Árbitros cada vez melhor preparados para consubstanciarem aquilo que parece óbvio: o Benfica não será campeão!
Nos últimos quatro jogos internos do Benfica temos tido mais do mesmo: erros grosseiros que prejudicam sistematicamente o Benfica. Do treinador e da arbitragem.

um post meio mal parido dentro duma manta de retalhos a olhar a miséria de Portugal que somos

Imagem
Ontem à noite estava muito frio e eu fiquei em casa. Deixei-me estar no sofá a ver dois programas na televisão, ambos na Sic Radical. O SOUTH PARK e o “Homem Elefante” de David Lynch.
Depois ainda tive tempo de ver uma peça jornalística sobre o Aeroporto da Ota (não me lembro em que canal) onde falaram antigos directores de aeroportos – Macau e Lisboa, salvo erro. À medida que ia ouvindo aqueles depoimentos e à medida que via passar um sem número de argumentos contra o projecto, debitados de forma quase equidistante, transparentemente sincera, pensei cá para mim que mais uma vez o país se prepara para resvalar na injustiça cruel de uma decisão que só pode agradar a uns quantos.
Fiquei triste porque o que ali vi não me deixou a mínima dúvida de que alguém anda a comandar a tropa do governo. E eu não digo isto apegado ao bairrismo que obnubila muitos nortenhos. Eu fui a favor da Expo-98 e achei bem que Portugal tivesse construído um sítio na capital que preenchesse a nossa cultura e a …

mais gatos

Imagem
imagem enviada por ala dos namorados.
"Mais de metade dos que se declaram eleitores de Manuel Alegre na 1ª volta acham que Soares é o candidato que pode obter melhores resultados perante Cavaco Silva."

De sondagens eu não percebo nada. Mas parece que andaram a perguntar aos eleitores de Manuel Alegre coisas interessantes. E parece que estamos perante uma evidência futebolística: um adepto do Braga acha que o Porto tem mais hipótese de derrotar o Benfica. É Normal. O problema é que o Braga defrontou o Benfica e ganhou e o Porto perdeu. Portanto, e no caso de MA conseguir uma segunda volta, o combate face to face com Cavaco será um jogo de tripla. Ninguém tenha dúvidas disso.

regenerar tradições

O que um tem a mais o outro tem a menos. Se um vocifera inglesismos, já o outro arruma-se em latinismos. Se o primeiro tem a mania de que é um general sem medo, o outro é a coisa mais caguinchas que eu já vi. Ambos conseguiram colocar as suas equipas no último lugar dos seus grupos, sendo que, apesar disso, mantêm os respectivos fervorosos adeptos a sonhar com a qualificação.
São treinadores holandeses. Uns tipos que revitalizaram uma das principais tradições do futebol português: fazer contas de cabeça até ao último segundo.

Eu não quero Cavaco como PR, muito menos Soares a disputar uma segunda volta.

Imagem
De acordo com esta sondagem Cavaco será eleito Presidente da República já na primeira volta.
Compete aos eleitores de esquerda reverem muito bem o seu sentido de voto e perguntarem-se se, afinal, não será já altura de elegerem Manuel Alegre como o homem capaz de aglutinar a Esquerda rumo a um digno confronto com a Direita que se revê integralmente na candidatura de Cavaco.
Porque quanto mais se vê o triste espectáculo de Mário Soares na televisão, mais Cavaco sobe nas sondagens.

Soares Sucks

Imagem

Paris Lisboa (ein film von Ronald Koeman)

Disseram-lhes que iriam jogar em casa e, contudo, tiveram que vestir o fato oficial, apanhar um avião, e perder a novela “América”. Depois disseram-lhes que estariam lá 40.000 adeptos a apoiar o clube e só ouviam “Portugal, Portugal”. Além disso fazia um frio de rachar e o relvado estava um pouco melhor do que o de Lisboa. Para terminar fizeram entrar um marroquino que os assustou ainda mais: um olho na bola e outro na garagem. Ah, mas os carros ficaram em Lisboa…(Corta!)

e os gatos?

Imagem
No Fado Falado rps fala sobre cães e o perigo que eles representam. E os gatos? chatos do caraças!

isto sim, é um blog "tomático"

Imagem
De fazer inveja às sanitas, aos frigoríficos, às bibliotecas e ao caralho. Um gajo pelado frente à sua máquina vale mais do que mil paneleirices.

Estás à espera de quê, ó matcho? Amanda pra a tua foto!! Sempre podes pedir um corpinho emprestado já que, hoje em dia, os carros não as impressionam.

tudo vale a pena quando a guela não é pequena

Hoje acordei com a notícia de que Portugal está a ficar cada vez mais velho. Mais vinte anos e isto é só velhotes. Hoje em dia já só há uma criança por cada mulher.
Vá lá, façam filhos que vale a pena, apesar disto.

gandratrip

O meu querido amigo Fernando Gandra começa hoje uma viagem pela Europa durante cerca de 10 dias, acompanhado de uma jornalista da RDP Internacional. A ideia é fazer uma reportagem sobre a vida de um camionista TIR. Claro está que o meu amigo não faz o estilo grunho que caracteriza a imagem que a malta tem dos nossos camionistas. Ele é jovem, bem disposto e sabe dizer umas coisas. Fazer também sabe, essa é que é essa! É na RDP Internacional e espero que o blog do Fernando nos mantenha informados sobre os mais rocambolescos episódios do dia a dia de uma camionista.

Momento musical (para uma semana em cheio)

Imagem
Talking Heads - Once in a Lifetime
Led Zepplin - Ten Years Gone
The Pogues - If I Should Fall From Grace With God
Nine Inch Nails - Wish
Jimi Hendrix - Red House




creditos:
mp3: www.salientminds.com/topten/
imagem: www.afundasao.com

hoje sinto-me assim (ouvindo Ministry "Just On Fix")

Imagem

obrigado raparigas

Imagem
Agradecer ao gajedo da Martini, à Martini, ao importador da Martini por andarem a abastecer de biancos e rossos toda a gente que tem passado na Exponor durante a Campisport 2005. Num sítio onde tudo se vende, com restaurantes e tendinhas a vender de tudo, com stands de panelas, de aspiradores, de sandes de presunto, etc., as miúdas da Martini brilham a grande altura. Num sítio onde os restaurantes de apoio chulam a bom chular os visitantes que pagam cinco euros só para entrar na feira a Martini fez a diferença. Obrigado Martini.

post às cegas

Quer dizer, um gajo passa o santo dia a trabalhar numa “exponor” repleta de curiosos, tesos mais tesos que um pénis dum preto matumbino, daqueles que aparecem nos vídeos hard core, a mesma música merdosa, o estafado lamiré para ganhar o pão, que um pobre desalmado tem de se sujeitar a tudo, e o Benfica prega-me uma destas? Alias, o Benfica não. O Koeman. Esse gajo laranjinha laranjada caga-se todo depois de se achar a ganhar? Até o meu filho percebeu isso. Medo, muito medo!
Não corram com ele, não, e depois peçam sacrifícios aos sócios e simpatizantes. E depois queixem-se dos árbitros e tal. Puta que pariu a incompetência. Um gajo farta-se de esgalhar o pessegueiro a fazer pela vida e depois tem de gramar com a praga de "Orange". Essa maldita gripe de cagufe...
Tou possesso!

um post chunga ou uma memória duma professora de sociologia que ficava doente sempre que havia “Rally de Portugal”

Os professores fizeram uma greve e o meu “maisnovo” ficou feliz.
Os professores devem ter boas razões para a greve, que eu, comunista marxista-leninista, bem defendo as greves. E eles devem ter boas razões para uma boa greve à sexta-feira, um dia útil para tantas coisas.
Delícia para o meu rapaz que brincou o dia todo, mesmo sem perceber bem porquê:
- Cheguei à escola e nem entrei. Voltei para casa e brinquei o dia todo. Ao menos, quando foram as eleições eles avisaram que não ia haver aulas.
Pois foi. Mas greve é greve. Os professores têm lá as suas razões. Como quando metem atestados por dá cá aquela palha; como quando tratam a pedagogia como trolha trata a talocha.

precisa-se

Imagem

post perfeitamente dispensável não fosse o caso de ser no meu blog

Imagem

história minimalista ou nem tanto

Era uma vez um rapaz que perguntou a uma rapariga:
– Queres casar comigo?
Ela respondeu:
- Não. Não quero casar, apenas foder alarvemente. E nada de filhos, muito menos rapaz: põe cueca tira cueca põe cueca tira cueca...
Tenho uma carreira, uma profissão, e chego tarde a casa. Não te quero à minha espera a engordar. Masturbavas-te muito e isso faz-me ciúmes.

Movimento para a Independência dos Carvalhos

A Rádio Renascença vai apresentar uma peça jornalística (possivelmente já no noticiário do meio-dia de amanhã) sobre as intenções do Governo no que toca à criação de novas freguesias e extinção de outras que não apresentam requisitos necessários para o serem. Ora, Carvalhos, que já é Vila mas permanece, contudo, engavetado na freguesia de Pedroso tem, desde sempre, todos os requisitos necessários à sua promoção a freguesia.
Sabendo nós que Carvalhos só poderá continuar a crescer de modo justo e harmonioso se cortar o cordão umbilical que o liga a Pedroso, para que, assim, possa ter voz própria junto dos organismos de poder (local e central) e possa, de facto, decidir com as suas gentes qual o futuro para a povoação; sabendo nós que há uma nova geração de carvalhenses disposta a encontrar uma plataforma de diálogo com o objectivo de se elevar esta povoação a freguesia; sabendo nós do interesse da imprensa em contribuir para uma reflexão séria e honesta sobre esta questão, é com muita h…

cubo mágico

Imagem
Vi no 24 horas de hoje uma treta sobre brinquedos de algumas celebridades. Joana Amaral Dias falou no cubo mágico. Eu sou dos que se passaram com aquele quebra-cabeças.

frança: meteo

Imagem

blogas?

Segundo o “24 Horas” Cavaco Silva também lê blogs. O homem está na linha da frente no que diz respeito à modernidade. Falta saber se Soares, que continua a usar e abusar da “televisão mente descaradamente”, também se ocupa da leitura de blogs ou se remete essa tarefa para os seus meninos de coro.

querido diário ou um post de gaja

Querido Diário...Primeiro Dia:

Já estou preparada para fazer este maravilhoso Cruzeiro. Estou excitada!!

Querido Diário...Segundo Dia:

Estivemos todo dia navegando pelo mar. Foi lindo e vi alguns golfinhos e
baleias! Que férias maravilhosas !! Hoje encontrei-me com o
Capitão, que por sinal é um belo homem!


Querido diário...Terceiro Dia:

Hoje estive na piscina. Fiz também um pouco de surf e joguei um pouco de
golfe. O Capitão convidou-me para jantar. Foi uma honra e a
noite foi maravilhosa.Ele é uma homem muito atraente e culto.

Querido diário...Quarto Dia:

Fui ao Casino do navio! Tive muita sorte, pois ganhei € 80. O Capitão
convidou-me para jantar com ele no seu camarote. A ceia foi luxuosa com caviar e champanhe. Depois de comermos ele perguntou se eu ficaria na sua cabine, mas eu recusei o convite. Disse-lhe que não queria ser infiel ao meu marido.

Querido diário...Quinto Dia:

Hoje voltei à piscina para me queimar um pouco. Depois, decidi ir ao Piano
Bar e passar ali o resto do…

underground

Hoje é sexta-feira e o mundo está bonito. Acabei de acordar e da minha janela vejo um brilho...

Foda-se! Não é nada disto que eu quero dizer. Aliás não tenho nada para dizer. O dia está bonito. E isso que importa? O dia está igual aos outros dias. Nem mais nem menos.

Adenda: acabei de tomar banho e descobri a resposta para todas as coisas que me inquietam: a frequência donde morava a "Rádio Voxx" passou a albergar a "Rádio Cidade". E eu deixei-me ficar a ouvir a mesma frequência. Socorro!

NO ONE IS ILLEGAL

Imagem

contribuição para a educação sexual

- Avô, você ainda faz sexo com a avó?
- Sim, mas apenas oral.
- O que é sexo oral?
- Eu digo "Foda-se", e a avó responde "Vái-te foder também."

as nossas guerras ou uma homenagem a todos os "esquecidos"

Imagem
É este o olhar de milhares de jovens que deixaram a escola, como sempre se deixou, e correram para o ferro. Deixam a lavoura dos pais, o gado e a pesada charrua para “puxar ferro até morrer”. Esta frase é pura e corre de boca em boca, lá longe, em Espanha, onde o olhar se fixa no horizonte, na pátria, na prestação do carro, na renda da casa, nos pais ou filhos, na saudade.

É a pausa, breve pausa. O descanso dos guerreiros, autênticos. Dos que têm de ser duros, horas a fio. Muitas horas! Tantas horas. Doze ou dezasseis, tanto faz. Horas e ferro, ferro e horas.

É o “porro” que apetece. Que esquece e aquece as almas feridas da dor, da porra do desterro, da escravidão.

É o sorriso que fica, teimoso. A nobre arte de sorrir no ferro. O escudo mais belo que protege da dor.

É a viagem a correr. Centenas de quilómetros rumo a casa.
- Qual o perigo se deixámos para trás o ferro, as alturas, as “pantallas”? “Alante” que tenho gente em casa. Só quero chegar a casa.

É o monstro que fica.
Em pé. Dorme e…

a questão dos Carvalhos ll

Aqui se reproduz um extenso comentário de um leitor carvalhense, aliás anti-carvalhense, ao meu post "a questão dos Carvalhos". Na minha opinião este texto não passa de mais um arrazoado emocional que faz lembrar a velha questão de D. Afonso Henriques com sua mãe e que tal filho desnaturado, o mariola, apenas conseguiu fundar Portugal, que, bem vistas as coisas, foi também filho desnaturado que saiu do útero da mãe Espanha, embora a mãe ainda não estivesse em idade de procriar. Voltando à questão dos Carvalhos, devo dizer que o caso nos merece a melhor das atenções e recomendo possa ser comentado com elevação e sentido de missão. Há muita padralada aqui no meio, bem sabeis. E pode ser que o campanário do novo santuário, aqui bem defronte à minha porta, se resolva a uma revolta espampanante.

Comentário de "M":


Carvalhos...! Cidade? Por alma de quem? Dos fundibulários antitavares?

Sejamos claros!

Carvalhos, antes de sonhar ser o que hoje presume,era um simples lugar de …

laranja amarga em época de diospiros

Imagem
O Benfica não conseguiu melhor do que um empate frente ao Rio Ave de António Sousa, um senhor treinador esquecido dos grandes clubes que gastam fortunas em treinadores estrangeiros de segunda linha. E teve sorte o Benfica. Se na pretérita jornada sofreu um golo fora de jogo (não era um metro mas era fora de jogo) já hoje voltou a sofrer golo idêntico (não era um metro, eram dois). Mau grado este infortúnio, alguém pode perguntar a Ronald Koeman como é possível insistir em João Pereira e em Karagounis? Principalmente no primeiro, já que este alfacinha de Casal Ventoso não consegue fazer um passe em modo, nem sequer uma finta para disfarçar. Nada.
Por outro lado, este treinador parece o Couceiro: encosta-se à cobertura do banco de suplentes e ali fica, impávido e sereno à espera de milagres. Crente.

é preciso gritar muito alto para que Portugal não volte a ficar mudo

É a resposta de uma juventude que se sente marginalizada, discriminada, remetida para guetos de cimento e, muitas vezes, tratada de forma diferente só por uma questão de preconceito rácico. (excerto de uma peça jornalística difundida na RTP)

J Pacheco Pereira diz que paga impostos e, portanto, preferia ter visto outro tipo de jornalismo na televisão do estado. Pois eu concordo plenamente com o que é dito ali em cima. É uma resposta sim senhor. Trata-se de marginalização sim senhor, de discriminação, de racismo.

JPP, certamente prefere o jornalismo fascista, de sistema. Prefere ler coisas como "terrorismo urbano" "soltem a polícia", etc.
E isso não me espanta nada. O contrário seria de deitar foguetes. Por isso Cavaco é tão desejadamente levado ao colo. Um Homem que soltou polícias ao povo, um homem que não debate, um homem que prefere, tal como Pacheco certamente, a repressão, o apagamento, a censura.

you make my day

Já vi que o post anterior deu cabra. A malta não está preparada para a nudez das coisas. Helena Matos, no Público, sossegou-me quando fui tomar café. Tróia caiu não só por não terem dado ouvidos a Cassandra mas também porque deram ouvidos a um tal tagarela, bem falante ( agora fugiu-me o nome da personagem - o jornal leio-o de borla no café). No fundo um Mario Soares qualquer.
Pois e as massas que saltam de África para a Europa, diariamente. O Castelo Branco causou muito mais desconforto a milhões de portugueses por ter sido expulso da tropa. Aquilo é que deprime a malta.
Agora Paris, é mata-los, aos pretos e aos árabes, esses muçulmanos filhos da puta. Morte aos mouros sarracenos. Os que caminham mais de ano atravessando África, rumo a esta Europa do sonho que nem ousem entrar. Morram os gajos. Vamos lá construir muralhas, como a da China. Uma muralha enorme a contornar esta Europa velha e caduca, impotente, desalmada. Esta Europa das autoridades morais. Dos pedófilos de Mercedes Ben…

destruição, destruição, destruição

As notícias de França que correm mundo servem para tudo. Joana Amaral Dias serviu-se disso para nos dizer, com aquele ar de bárbie-anti-globalização, que só o Dr. Mário Soares tem condições de evitar que aqui se viva um fenómeno idêntico ao de Paris. Amanhã, nas eucaristias dominicais a homilia versará o tema, estou quase certo. Juventude, terrorismo urbano, africanos, magrebinos, pobres, essencialmente. E é aqui que está o problema. Os ricos querem continuar a enriquecer e a explorar os pobres, sem piedade, e esperam que estes se sujeitem à sua condição de casta inferior do mundo capitalista. Que se encolham perante o enxovalho, que se resignem perante a discriminação, que morram electrocutados porque são miseráveis. Os ricos fazem a guerra para enriquecerem, nada mais simples e cru. Os pobres destroem os símbolos dos ricos para se defenderem, nada mais justo. Pois o império capitalista vai em direcção a isto: à revolução, à revolta. Não esperemos outra coisa, cobardes que somos, cín…

os adolescentes e os seus ídolos

"Schoolgirl blogger poisons mother in homage to killer" (times online)

uma apresentação

Imagem
Um tipo como eu tem de ganhar dinheiro. Aliás como toda a gente, exceptuando o D. Duarte Duque de Bragança e respectiva linhagem. Por isso é com interesse cuidado que vos informo desta minha nova actividade como consultor: a partir da próxima semana estarei em condições de fornecer a melhor solução de coberturas para piscinas. Só para quem tem Piscina.

mais info: mail ali ao lado

desabafo

Imagem
O Blasfémias está muito pesado.

hoje este blog acordou assim

Imagem

próxima estação: Paris

Imagem
El regreso fue terrible para el Villarreal. Durante quince minutos, el acoso del Benfica fue tal, que guardar la puerta a cero fue poco menos que una heroicidad de la zaga de Pellegrini(marca.es)

Há novelas cujo final não é feliz. Hoje apenas lêmos um capítulo de uma aventura com um final ainda longe. Mas um livro deste calibre merece episódios em que os protagonistas sofrem. Foi o caso.

xl

Parece-me que a partir do próximo sábado vou criar ali na direita uma coluna com o título: Blogs do XL

blogs de gaja

Assim, num blogue de gaja é bem provável que por volta das dez da manhã surja um post a dizer unicamente "bom dia" sobre a imagem de uma flor ou de um arco-íris. Ou, então, algo mais profundo, como "Hoje acordei triste. Fico assim com a maldade e a hipocrisia das pessoas e blá, blá, blá...".
(fado falado)

Para mim um blog de gajas é o Murcon.

mais poesia

Imagem
Já está em livro um livro.
Aos livros o que é dos livros.
Há dois blogs de coisas: um é de sanitas e o outro é de bibliotecas. O das latrinas acusa-nos o lado “voyeur” que há em nós. As escovinhas-limpa-merda a combinar quase sempre com a tijoleira, as tampinhas decoradas a fazer lembrar os naperons nos toucadores, as tábuas de engomar, o papel higiénico. Uma casa de banho portuguesa, com certeza, ora desleixada, ora muito arrumadinha.
Para que serve mostrar sanitas? Para que serve vê-las? Mas aquilo é um sucesso porque, como disse, há muita vontade de espreitar a casa do vizinho.
Já o outro é mais elevado. Bibliotecas e mais bibliotecas, livros expostos como se fossem sanitas. Bibliotecas famosas ao alcance de poucos, como as sanitas. Nós gostamos muito de ver aquelas bibliotecas porque elas representam a casa de banho que qualquer português gostaria de ter. E no lugar do papel higiénico havia de haver resmas de livros. De preferência estrangeiros, complicados porque o cagar às vezes é lento. Para as mijinhas bastava um livrinho da Condessa …