domingo, 1 de abril de 2007

devaneios

praia dourada, viana do casteloO meu safari vodka está glacial, doce de Páscoa. Assim deixo-me estar, ainda mais refém do álcool, se bem que esse terrorista que me sequestra mima-me com magníficas sensações de "ilógico", faz-me sorrir. E deixo-me estar, quieto, quase num tom de felicidade lúcida.

4 comentários:

Nelson Ferreira disse...

Já reparas-te que é a nossa alma que dá vida ao alcool e não o contrário?

MaiLman disse...

Visite
http://www.postcard-blog.blogspot.com/

e contribua!

candida disse...

linda bonita. gosto destes contrastes:terra/ mar. imensidão/restrição imposta pela moldura, luz/sombra...

beijinhos amendoados de rum :)

a flower named Blue disse...

Esta praia dourada não tem nevoeiro...

Web Analytics