“Don´t think twice, it´s all right”

Olá Carlos, esse Natal? Espero que tenhas tido um bom Natal. O meu correu dentro da normalidade, correu bem, embora tenha vivido um bocado de nostalgia de quando não tinha o Natal a correr dentro da normalidade, de quando passava essa noite a ouvir Pink Floyd e a tentar perceber a ordem das coisas. Ou a desordem.

Neste Natal, Carlos, recebi um disco de Bob Dylan, prenda da Catarina. “The Essential Bob Dylan”. E lembrei-me mais uma vez de ti, amigo, dos teus discos de vinil, das nossas conversas perdidas no tempo. Num tempo em que éramos apanhados pelos momentos do agora e sempre. A vida era aquele momento especial e, olha, continua a ser, se calhar. O “agora” é uma coisa constante, perdura. Que confusão, amigo. São duas da manhã e eu estou a ouvir Dylan e lembrei-me de ti. Feliz Natal, Carlos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Llorando