de que me serve

Hoje está um dia bom para falar de mim. Apetece-me escrever, sei la, sobre o fim-de-tarde de ontem passado em Viseu. Mas não me vou estender ao comprido aqui no meu blog. Dói-me um pouco a cabeça, e isso, por si só, é conselho prudente.
As trutas de escabeche, pescadas pelo meu anfitrião cozinheiro num desses rios beirões e o Dão de 2005, magnífico, merecem canções de glória, exaltações próprias dos vencedores. Ontem, o meu fim-de-tarde em Viseu teve disso tudo. De que me serve então falar do resto?

Comentários

Mensagens populares deste blogue