disto e daquilo

Há disto tudo, todos os dias. E mais daquilo. E nada nos farta, nada nos mata. Há destas coisas, todos os dias, e nada nos basta. E há os vazios que nos deixam cheios de nada.

Comentários

Mensagens populares deste blogue