e nós somos que tipo de heróis?

que nenhum herói, nenhuma heroína entrou naquele círculo e salvou dua khalil, que ninguém se ergueu para fulminar os seus carrascos -- e que eles vivem, vivem, viverão, terão as suas vidas normais, normalíssimas...

Não vi e não vou ver. Recusei ver este filme que está a ser divulgado no twitter (um dos poucos malefícios do twitter é precisamente apanharmos com merda como se fosse chuva tropical). Ainda bem que aqui fui, onde vi (lendo!) confirmadas as minhas suspeitas: violência gratuita, real, sofrimento a servir de entretenimento. E funciona, porque as pessoas vêem e ficam tristes e chocadas e, na verdade, logo esquecem e repassam com o mesmo entusiasmo com que repassam uma receita (mesmo assim eu prefiro as do Pingo Doce - pela qualidade da impressão também). Em suma, este mundo está fodido. Não se endireita porque cada vez somos mais a imbeciliza-lo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue