grande coisa de Saramago nunca de esperar é

Saramago anda a dizer coisas que já eu dizia nos meus tempos de Liceu. Qualquer pessoa que tenha tido o privilegio de ter tido uma puberdade, ter deixado de ir à missa com regularidade ou ter mesmo deixado de ir e ter passado os olhos por alguns autores existencialistas, teve necessariamente este tipo de posição contra a bíblia e outros panfletos religiosos. Muitos depressa perceberam que, como as borbulhas, esses ácidos passariam depressa, embora possa ter ficado uma ou outra marca. Poucos, quase um, cairiam no ridículo de, ao terem o mundo a escuta-lo com bonomia e paciência e passados tantos anos, desatarem a baforar com tantos recalques da adolescência. Grande coisa!

Saramago visto por Umberto Eco (recomendo que não se tresleia)

Comentários

Nelson Ferreira disse…
Altino, assim são as coisas... quantas vezes conversamos nós sobre este asunto (igreja e suas "malfeitorias"?

Quantas vezes te confidenciei as minhas dúvidas e temores (como encaminhar o meu rebento...) lembras-te?

Diferenças entre a nossa conversa e o discurso do saramago?

Tu sabes quais são...
Boas Nelson,

Mas tens de ter cautelas porque o laureado diz que aquilo é coisa do demo :)

Abraço

Mensagens populares deste blogue