preciso

certo de que tudo isto é uma questão de pontualidade britânica, digo-vos já que hoje a noite está acertada comigo. minuto a minuto vou percebendo o acerto das coisas. no pensamento, memórias são varridas a grande velocidade como se tivesse comigo um estojo de limpeza emocional. na verdade, estas memórias transformam-se em cotão de tanto se avistarem por dentro de mim, já que não tenho tapetes na minha casa e não posso simplesmente esconde-las. tenho pois de me acertar com o tempo presente. reformular-me na beira da estrada sem confundir os lancis da vida. não devo subir o passeio se ando de carro, nem devo pisar a estrada quando ando a pé. percebo que o trajecto se consome na confusão do caminho e, por isso, quero alinhar-me.
faltam-me palavras. pequenas sílabas que se conjuguem por de entre o cotão das minhas memórias. preciso de um aspirador. preciso de uma aspirina. preciso de me recompor.

Comentários

Mensagens populares deste blogue