quinta-feira, 8 de março de 2007

essa gaja

Eu não sou nada a favor dos dias especiais de qualquer coisa. Mas este dia merece-me um breve comentário. Eu percebo pouco de mulheres, não lhes conheço as manhas e só sei dizer que gosto delas. Sempre gostei. Da mãe, da tia, do borrachinho do sétimo ano, da tesuda do liceu, da professora, da empregada, da puta da estrada e da brasileira do pantera. Mas aquela de quem eu gosto mesmo é a mãe dos meu filhos. A única mulher de quem eu jamais deixarei de gostar, custe o custar, aconteça o que acontecer. Essa sim, conheço bem. É gaja do caraças. Como tantas gajas por aí que são mães a tempo inteiro, trabalham a tempo inteiro, dando ideia de que ainda podiam fazer mais qualquer coisita, como se tudo fosse uma simples história de embalar. Essa gaja, mãe dos meu filhos, é dona do meu pensamento. Quando me ponho a pensar em homenagear a mulher, uma mulher, não consigo encontrar ninguém que lhe faça frente.

7 comentários:

Espectacologica disse...

És um gajo com sorte, ou um gajo a engordar com a sorte?
:)

Gala disse...

tb não sou a favor dos dias especiais de qualquer coisa...mas olha a tua homenagem ao dia especial da mulher foi bonita, apesar do uso da palavra gaja até à exaustão lol
as mulheres são de facto extraodinarias hoje e todos os dias.
não é necessário compreende-las, basta amá-las

Hipatia disse...

Cada um tem o que merece?

:)

Daniela disse...

E pensar que a mim me ofereceram uma florzita e eu fiquei contente!

Que homenagem... Cheio de sentimento!

Lindo.

Espero que lhe tenhas dito ou pelo menos mostrado... excepto a parte do texto em que dizes gostar/ter gostado das outras gajas todas... é que estraga um bocadinho o romantismo...

a torres disse...

Vamos lá Daniela...as referências que eu faço ás outras mulheres pretendia ser um elemento de carinho e respeito pelas mulheres em geral...podia ter referido uma socióloga, a minha avó, que amei até á exaustão, por exemplo. Provavelmente dei a entender outro sentido. Ah! e obrigado pelo elogio :)

Irene disse...

essa tua homenagem demonstra bem o «gajo» excepcional que és!
e podes estar certo que essa «gaja» é símbolo de uma geração de mulheres!
e enquanto houver homens com coragem de assumir tudo o que disseste, as «gajas» que são tudo a tempo inteiro têm muita sorte!

candida disse...

felizarda! :)

Web Analytics