quinta-feira, 1 de março de 2007

Manuel Bento

Ainda há pouco eu era puto e adorava o Bento. O guarda-redes que voava sobre os avançados e nunca teve direito nem a poema nem a letra de canção. Era da Golegã, e foi o meu guarda-redes de sempre. Deixou-nos hoje.

2 comentários:

fernando disse...

realmente....tanto se está, como não...
um abraço de Zamora

Solaris disse...

E tudo acaba...

Web Analytics