desta lisboa que eu amo IV

Nesta Lisboa que eu amo há o Benfica, o glorioso, e às vezes ganha para aumentar as vendas do “Compensan”. E há os tipos da Emel, essa associação diligente, dona de toda a Lisboa dos estacionamentos. Mas um tipo como eu, vendedor, sabe como faze-las, e em estando alojado num hotel sem parque, condenado pois ao jugo poderoso do “amarelinho”, tratou logo de fazer um “aproach”, um quebra-gelo fatal para o fiscal.
- Qual é o seu carro? O “MB”? Olhe, ponha só uma moedinha para eu não ter problemas que eu faço sempre esta zona.
Obrigado “amarelinho”. Trata-me bem do carro

Comentários

Anónimo disse…
Ó benfas isso é trafico de influencias, ainda vais parar ao dossier do LFV.

Mensagens populares deste blogue