papiros

De Minde, aprecio o desvio da estrada que nos leva para a grande cidade a sul e, consequentemente, penetrar nas ruelas do velho burgo, quase assustado, um estranho sem dúvida, e logo numa tarde de sol com meia dúzia de pessoas calcorreando os velhos passeios. Depois, entrar naquele café esquisito, cujo nome, por esquisito, não me recordo mas que tem muito jazz nas paredes e muita cultura nas entranhas. Tem Sagres e jornais desportivos, mas nota-se a fervura em lume brando dos cozinhados tertulianos. De Minde sabe-se que fica ali para as serras, a caminho de Alcanena, ou Alcanede que não estou certo, pois sou Marujo de jangada e escrevo sempre em cima do joelho, conforme me palpitam as coisas da alma. E De Minde veio também uma "escritora wildeana", que não conheço de resto, mas a quem espreito diariamente as suas coisinhas, aqui. Paula Capaz vai lançar um livro "O Táxi que me apanhou", editado pela Papiro, uma editora que presumo tem raízes no jornal "Comércio do Porto" e que gosta de surpreender. Tal lançamento está previsto para o próximo dia 2 de Março em Lisboa pelas 21.30 horas, na livraria Bertrand do Centro Comercial Vasco da Gama. Pudesse eu la estar.

Comentários

ELA disse…
Muito obrigada. Oxalá possa ler o livro, já que não poderei contar com a sua presença. Vamo-nos vendo por aqui. Abraço.
pm disse…
Sorria! Você está em Minde.
Quando encontrar esta placa na entada da vila, significa que está com gente de bem !
Bem Haja

Mensagens populares deste blogue