a minha crise é diferente da tua

O artigo de JPP, no "Público" de hoje, surpreendeu-me pela sua textura sociológica e pelo estilo mais terreno, mais “blogger” – ironias. Depois de ter lido o último parágrafo, apaguei o cigarro e escrevi num guardanapo de papel a seguinte conclusão:

JPP, com quem estou inteiramente de acordo quanto ao essencial desta crise política, acha que o povo deveria dar mais importância a este facto, em vez de andar apenas interessado na sua vidinha urbana e quotidianamente desastrada, em vez de se ter deixado embriagar com um campeonato de futebol, com uma selecção.
Então não foi ele um dos que, com a sua influência e prática política, com a sua participação directa e indirecta em sucessivos programas governativos, mais contribuiu para que, passados estes 10 anos, os portugueses se tenham transformado num povo abúlico, que não protesta, que não se manifesta? Quem faz “meã culpa”, senhores? Há alguém aí?

Comentários

Mensagens populares deste blogue