muitos vivas a todos

Ponham tapetes de veludo, façam fila, coloquem sapatos altos, a festa vai começar. Ponham os fraques e os mais distintos vestidos, o mestre de cerimónias vem aí. Viva a festa. Viva a República dos golpistas. Foi agora mesmo construído um muro de diamantes e lantejoulas para adular os bonitos, os oportunistas, os falsos, os mentirosos. Acabou de ser edificada a “torre de babel” da glorificação da fraude. Viva. Muitos vivas a todos.

Sr. presidente da República, como cidadão que votou em si contra Cavaco Silva, tenho a dizer-lhe que jamais me esquecerei da sua cobardia política.



Comentários

Mensagens populares deste blogue